Calculo Renal

Doenças Renais

Quando Ionizada, a água alcalina reduz significativamente o trabalho árduo dos rins. Isso é importante para todos, mas extremamente importante para aqueles que sofrem de doença renal. Rins requerem altas quantidades de água para desintoxicação, mas muitos pacientes renais devem limitar sua ingestão de líquidos. A pouca ingestão permitida pode ser maximizada com Água Kangen... consulte seu médico.

Prof. Kuwata Keijiroo, Doutor em Medicina, Japão

Dr. Kerijiroo explica que, para insuficiência renal grave, a ingestão de água tem de ser restrita. No entanto, enquanto a água da torneira "contém fosfato, carbonato de cálcio e os íons ácidos ... [que] tendem a reduzir a eficiência dos íons cálcio...". Ele menciona que em quantidades controladas, a água ionizada alcalina "fortalecerá o coração e aumentará a micção".

Ele afirma que nos próximos seis a doze meses, o paciente deve manter uma dieta alcalina (proteína animal reduzida) e continuar a beber a água alcalina ionizada para reduzir as quantidades de uréia e ácido úrico no sangue. Ele também menciona que, através de sua experiência clínica que os pacientes submetidos a diálise renal também devem beber água alcalina Ionizada, bem como aqueles pacientes com doença renal que não respondem a drogas.

A diferença entre beber água alcalina ionizada e água normal é que a excreção de urina é ligeiramente maior do que a ingestão. No entanto, para pacientes com insuficiência renal grave, a ingestão de água tem de ser restrita. O consumo de água alcalina ionizada para estes doentes em quantidades controladas revelou-se benéfica. Como dito anteriormente, a água da torneira normal contém fosfato, carbonato de cálcio e íons ácidos. Estes íons ácidos tendem a reduzir a eficiência dos íons de cálcio. Água alcalina ionizada pura não tem esse problema e pode efetivamente aumentar o desempenho do coração e aumentar a micção.

Depois de consumir a água alcalina ionizada por um mês, a quantidade de uréia e ácido úrico no sangue mostrará uma melhora considerável, mas não desaparecerá completamente. No entanto, se você continuar a beber água alcalina ionizada por um período de 6 a 12 meses, a uréia e ácido úrico deve ser substancialmente reduzida. A ingestão de proteínas durante este período também deve ser controlada; Beber água alcalina ionizada deve eliminar o efeito tóxico da ureia e ácido úrico do corpo.

Os pacientes submetidos a diálise tendem a ter seus íons negativos significativamente reduzidos e os íons positivos aumentados devido à ingestão de água rica em sais minerais alcalinos e antioxidante. Assim, de acordo com a experiência anterior e da minha experiência clínica pessoal, beber água alcalina ionizada aumenta os íons positivos que terão um efeito significativo em várias doenças renais. Quando as doenças renais não respondem a vários medicamentos, é bom tratá-los com água alcalina ionizada.


Calculo Renal

Se você estiver utilizando a internet e pesquisando ativamente sobre este assunto, vai concordar que existem muitas evidências para suportar a questão de que se seu corpo está ácido, então existe uma possibilidade maior de se desenvolver pedras nos rins. As pedras nos rins se desenvolvem a partir da "causa raiz" que são os cristais ácidos. Estes cristais se formam a partir da saturação dos ácidos em nosso corpo.

Por isso, faz todo o sentido que a estratégia para se evitar a dor - e se ver livre de pedras nos rins – seja adquirir o hábito de ficar totalmente hidratado e alcalino.

A alimentação que gera acidez e ácidos metabólicos que você ingere e produz na vida diária podem se acumular em seus fluidos e tecidos. No processo de neutralização destes ácidos, são feitos "sais" - uma mistura de um elemento alcalino e um elemento ácido. Quando o pH cai abaixo de 6,0.

O risco de que esses minúsculos sais possam se transformar em pedras maiores aumenta exponencialmente à medida que estamos mais acidificados. Quando a urina está saturada, com ácidos (como resultado de um terreno interno acidificado combinado com a desidratação contínua) estes sais minúsculos podem se agrupar em sais maiores. São o que nós chamamos pedras nos rins ou cálculo renal. Existem várias causas que podem trazer por consequência, as tão temidas pedras nos rins, porém se existe algo que se pode dizer, é que a melhor forma de se prevenir contra este mal, é ingerindo uma água alcalina ionizada.



Principais Causas

Calculo Renal, mais conhecido também como “Pedras nos Rins” não têm uma única causa definida. No entanto, existem fatores conhecidos que podem aumentar o risco de desenvolvê-las.

De acordo com a Clínica Mayo ( Estados Unidos ), "pedras nos rins se formam quando a urina contém mais substâncias formadoras de cristais - como cálcio, oxalatos e ácido úrico - do que o líquido na sua urina pode diluir. Ao mesmo tempo, sua urina pode carecer de substâncias que impedem que os cristais se formem e se juntem, criando um ambiente ideal para a formação de pedras nos rins.

Compreender a razão pela qual sua urina pode conter mais substâncias formadoras de cristais do que ele pode diluir é essencial para a prevenção.

De acordo com o WebMD ( Site especializado www.webmd.com ), cálculos renais se formam quando o "equilíbrio normal de água, sais, minerais e outras substâncias encontradas na urina se altera."

Por favor, note que a palavra-chave aqui é "equilíbrio". Pessoas com pedras de cálcio, tendem a desenvolver pedras calcificadas nos rins, portanto isso significa que precisam reduzir ingestão de cálcio em sua dieta.

No entanto, muitos pacientes com pedras de cálcio têm níveis normais de cálcio urinário. Para estas pessoas, a redução do cálcio em sua dieta pode realmente causar um aumento de oxalato e, portanto, mais formação de pedra.

Causas primárias nos desequilíbrios urinários

Desidratação. Em primeiro lugar, a principal causa de desequilíbrio urinário é causada por não beber bastante água em uma base diária para ficar totalmente hidratado. Quando no corpo, está faltando água, que é um solvente natural, os minerais, sais e outras substâncias na urina vão se unir e potencialmente formar pedras.

Beber Água com baixo teor de minerais ou Beber água desmineralizada (isto é, osmose inversa e destilada) pode criar desequilíbrios na urina. Beber água mineral desmineralizada ou com baixa taxa de minerais tem um impacto negativo sobre funções específicas no corpo que controlam o metabolismo de água e minerais. De acordo com um estudo abrangente da Organização Mundial da Saúde, beber água desmineralizada cria desequilíbrio no corpo, fazendo com que o corpo aumente a produção de urina e, portanto, a perda adicional de íons de magnésio, potássio, cálcio e cloreto.

Dieta. Comer demasiada proteína animal e produtos lácteos, processados ​​e fritos, e consumir muito açúcar e amido vai criar uma condição excessivamente ácida no corpo. As pessoas têm diferentes níveis de tolerância a esses alimentos, mas comê-los, eventualmente, podem criar inúmeros desequilíbrios, incluindo as alterações indesejáveis ​​nos rins e urina.

Condições médicas. Razões menos comuns para desequilíbrios na urina pode ser devido a certas condições médicas, como a gota, doenças inflamatórias do intestino, tais como “Crohn” ou “colite”. Em casos raros, a glândula paratireóide pode produzir muito de um determinado hormônio que aumenta os níveis de cálcio e potencialmente aumenta os riscos de se desenvolver pedras de cálcio.

Tipos de “Pedras nos Rins”

Existem quatro tipos principais de cálculos renais ou Pedras nos Rins.

1)Pedras de cálcio. Estes são os tipos mais comuns e são formados quando o cálcio combina com outras substâncias, como oxalato ou fosfato. Altas doses de vitamina D, dieta pobre de nutrientes e vários distúrbios metabólicos podem aumentar a concentração de cálcio ou oxalato na urina.

2)Pedras de ácido úrico. Acredita-se que estas pedras sejam causadas por muito ácido na urina. Há muitas razões para isso, incluindo, proteína animal em excesso, incluindo alimentos e bebidas lácteas, álcool, bem como alimentos fritos, enlatados e processados.

3)Pedras de estruvita. Estas se formam após uma infecção do trato urinário. Elas podem crescer surpreendentemente rápido e sem quase perceber. Muitas infecções do trato urinário são causadas por um desequilíbrio no pH do corpo. Comer mais, de uma dieta baseada em verduras e legumes frescos ajudará a alcalinizar o corpo.

4)Pedras de Cisteína. Estas são raras e muitas vezes ocorrem supostamente por hereditariedade. A causa parece ser indeterminada, exceto talvez uma fraqueza genética.

Existem muitos outros tipos diferentes de pedras urinárias. Pedras nos rins também podem ser feitas de oxalato de cálcio, fosfato de cálcio, fosfato de magnésio. Não importa qual forma você deseja evitar, um plano de prevenção sugerido e muito eficaz pode ser o seguinte:

1. Hidrate-se! Beba pelo menos 2 - 3 litros de água por dia para lavar os ácidos do seu corpo e ajudar a diluir a sua urina para evitar a formação pedras em primeiro lugar.

2. Mantenha seu pH alcalino. Beber água alcalina ionizada, planejar a sua dieta com alimentos mais alcalinos, e reduzir a quantidade de alimentos e bebidas ácidas na sua alimentação. Dietas com altas taxas de proteína despejam pelo menos 20 aminoácidos em sua corrente sanguínea - as “causas raiz” para formar pedras nos rins.

3. Reduza a ingestão de sódio (Sal). Isso reduzirá a perda de cálcio do seu corpo.

4. Aumentar a ingestão de frutas cítricas como limões, por exemplo. O ácido cítrico em frutas cítricas não representa um ácido que traz problemas como o ácido úrico ou ácido fosfórico trazem. Ele pode ajudar a quebrar a formação de pedras que já se formaram. Você pode até espremer um pouco de limão na água já alcalina que você beber.

5. Teste seu pH todos os dias. Tente mantê-lo acima de 6,5.


Mude sua Água, Mude sua Vida!

Fontes:

http://www.kingdomofgold.biz/alkaline-water/can-alkaline-water-help-kidney-stones/

http://www.waterbenefitshealth.com/best-water-for-kidney-stones.html



22 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo